Biossensores que detectam câncer também poderão diagnosticar coronavírus

No Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP, pesquisadores desenvolveram método de diagnóstico de câncer de cabeça e pescoço mais simples e barato que o empregado atualmente. O estudo, realizado em parceria com o Hospital de Amor de Barretos (interior de São Paulo), utiliza genossensores, um tipo de biossensor que detecta o material genético dos tumores cancerígenos em poucos minutos, com dispositivos portáteis. Os cientistas também desenvolveram sensores para câncer de pâncreas e de próstata e vão iniciar estudos com o objetivo de adaptar a técnica para diagnosticar a covid-19.

Veja a reportagem completa em: https://jornal.usp.br/ciencias/biossensores-que-detectam-cancer-tambem-poderao-diagnosticar-coronavirus/

Genossensores, um tipo de biossensor que detecta material genético de tumores cancerígenos em poucos minutos, com dispositivos portáteis, poderão ser adaptados para diagnosticar a covid-19 -Foto: Reprodução/North East