Conhecendo os CEPIDs Fapesp da USP: CEGH-CEL


O Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL/CEPID), também conhecido como Genoma, realiza pesquisas sobre doenças genéticas humanas, oferece um serviço de aconselhamento genético para a população e realiza projetos educacionais e de divulgação científica sobre genética. As pesquisas visam entender a origem e os mecanismos das doenças genéticas, de modo a possibilitar o desenvolvimento de novas ferramentas de diagnóstico e possíveis tratamentos.

Desde sua fundação em 2000, o Centro já identificou 25 novos genes relacionados com doenças como distrofia muscular, esclerose amiotrófica lateral e câncer e seus artigos foram publicados em revistas altamente prestigiosas, como a Cell, PNAS e JAMA. Recentemente, o CEGH-CEL demonstrou que o desenvolvimento da microcefalia, decorrente da infecção pelo vírus Zika, é influenciado por fatores genéticos em um estudo com irmãos gêmeos. Ainda com relação ao vírus da Zika, foi demonstrado que ele ataca células tumorais do sistema nervoso central, que ocorre preferencialmente em crianças, abrindo caminho para um possível tratamento deste grave tipo de câncer.

Além disso, o Centro reúne o maior banco de dados de genomas de pessoas com mais de 60 anos, tendo sequenciado o genoma de 1324 indivíduos, parte do projeto +80. O projeto visa mapear o genoma de pessoas idosas saudáveis para compreender quais genes favorecem a boa saúde, o alto desempenho intelectual e a produtividade na velhice. Esse banco tem sido fundamental para avaliar se variantes genômicas ainda não descritas nos bancos internacionais podem ser responsáveis por uma doença genética ou simplesmente explicam a variabilidade da nossa população.

O trabalho de pesquisa do CEGH-CEL acontece em uma via de mão dupla com o serviço de aconselhamento genético, que oferece diagnóstico e identificação de indivíduos com risco aumentado de vir a ter descendentes com doenças genéticas, além de fornecer subsídios genéticos para decisões relativas a reprodução, atendendo cerca de 1.500 famílias por ano. No serviço de aconselhamento, por outro lado, podem ser identificados indivíduos portadores de genes de interesse, que podem fornecer novos subsídios para a pesquisa.

Das ações de educação e divulgação científica, o Centro conta com diversas atividades como o Projeto Semear Ciência, em parceria com o Metrô de São Paulo, que distribui cartazes com perguntas provocativas sobre genética nos vagões de metrô e também nas escolas públicas de SP; Exposições Científicas Itinerantes, tendo atualmente (2018) a “A Célula Gigante” e a “Luz e Vida”, essa em parceria com o CEPOF-CEPID; aulas práticas em escolas públicas, que possibilitam alunos e professores a se aproximarem do meio científico; disponibilização de materiais didáticos para professores de biologia;  folhetos educacionais e também um canal do YouTube. Os projetos do CEGH-CEL atingem cerca de  42 mil alunos do ensino médio.

Acesse o site do CEGH-CEL clicando aqui. Curta também a página do Centro no Facebook!

Outros links úteis


Apresentação Institucional


Conheça os Projetos de Pesquisa


Conheça as ações de Educação e Difusão


Serviços


Decodificando o DNA - Coluna na Rádio USP


Google Acadêmico


Canal do Youtube


Notícias Recentes (1º Semestre de 2018)

Zika elimina tumor humano avançado no sistema nervoso


Zika destrói tumor cerebral em camundongos


Os mecanismos do envelhecimento  - Matéria especial da Revista Fapesp


Risco de bebês serem afetados pelo zika é ligado a padrão genético


Confira também mais notícias por data de publicação no site do Centro.



Colaboraram com o conteúdo dessa matéria: Gilberto Stam - CEGH-CEL - Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco
Compartilhe: